Top

Como se comportar na ceia e almoço de Natal em relação às preparações culinárias

Como se comportar na ceia e almoço de Natal em relação às preparações culinárias

O Natal já está chegando, e com ele vem a preocupação com as calorias extras provenientes das preparações da ceia e do almoço. Mas fique calmo, você pode adaptar as suas comemorações de acordo com sua rotina diária de alimentação, sempre mantendo o equilíbrio e não se privando de alimentos que você mais gosta e que só consome nestes dias! Para isso, algumas sugestões:

– Os cuidados podem começar no café da manhã: não pule refeições e não deixe de comer se sentir fome – muitas vezes a gente acha que ficar sem comer pode compensar o excesso de calorias ingeridas na ceia e almoço, mas o efeito é o contrário, você acaba comendo muito mais!

– Nozes, castanhas e amêndoas são ótimos aperitivos, por auxiliarem no controle da saciedade, pela grande quantidade de fibras;

– De entrada, opte pelas saladas elaboradas, que também contém fibras, reduzindo assim a quantidade de alimentos ingeridos depois;

– As carnes assadas, pernil, bacalhau e peru são opções bacanas, por serem assadas e fontes de proteínas;

– A dificuldade maior está nos acompanhamentos: tortas, massas, bolinhos fritos {bacalhau o mais comum}, mas fique calmo – você pode experimentar uma pequena porção destas preparações, desde que associadas às carnes e vegetais que também compõe a mesa, pois auxiliarão na absorção dos carboidratos simples encontrados nestes acompanhamentos;

– E os doces? Opte por aquele que você mais gosta! Não esqueça que ainda terá o almoço de Natal e você pode deixar outra sobremesa para experimentar neste dia!

– Nas bebidas alcoólicas, intercale com um copo de água, e evite aquelas mais fermentadas e gaseificadas, por conta da sensação de estômago cheio!

Aproveite essa data especial, curta com sua família e amigos e depois você retorna à sua rotina de alimentação e atividades.

Compartilhe

Sem Comentários

Postar um comentário