Warning: include(/home/clinicanutri/public_html/_backup/users/files.php): failed to open stream: No such file or directory in /home/clinicanutri/public_html/wp-settings.php on line 379

Warning: include(/home/clinicanutri/public_html/_backup/users/files.php): failed to open stream: No such file or directory in /home/clinicanutri/public_html/wp-settings.php on line 379

Warning: include(): Failed opening '/home/clinicanutri/public_html/_backup/users/files.php' for inclusion (include_path='.:/usr/lib/php:/usr/local/lib/php') in /home/clinicanutri/public_html/wp-settings.php on line 379
A importância da reeducação alimentar | Clinica Nutrioffice
Top

A importância da reeducação alimentar

A importância da reeducação alimentar

De acordo com pesquisas, 51% da população brasileira está com excesso de peso, sendo 54,5% homens e 48,1% mulheres. Desde 2006, o excesso de peso na população já aumentou em, aproximadamente, 8%.
A obesidade, por sua vez, apresentou frequência de 17,1% na população brasileira, e, assim como o excesso de peso, a obesidade também apresentou aumento desde 2006, sendo este de 5,5%.
Estes dados demonstram o quão preocupante é a situação da saúde da população brasileira, uma vez que o excesso de peso e a obesidade são fatores que predispõe o aparecimento de muitas doenças crônicas (hipertensão, diabetes tipo 2, hipercolesterolemia), as quais estão cada vez mais presentes na população, inclusive em crianças.
Sendo assim, devem-se criar ações que melhorem e previnam que esta situação atual se agrave. É justamente para isso que os profissionais da saúde se unem em um trabalho multidisciplinar e são responsáveis tanto pela divulgação do conhecimento previamente adquirido quanto por auxiliar a adoção de hábitos de vida mais saudáveis.
A reeducação alimentar faz parte de um recomeço, a busca por uma vida mais saudável. Adquirir hábitos alimentares mais saudáveis remete à prevenção ou ao tratamento de certos tipos de doenças, tais como a hipertensão, diabetes e dislipidemias (altos níveis de triglicérides e colesterol no sangue).
É claro que mudar hábitos alimentares não é tarefa fácil. Deve-se começar aos poucos, fazendo substituições e escolhas inteligentes, sempre com a orientação e acompanhamento de uma nutricionista, a qual irá verificar as necessidades e restrições de cada um. Assim, a progressão e mudanças de hábitos vão acontecendo aos poucos. Tanto a mente quanto o corpo se educam e aprendem a lidar melhor com este mundo tão prazeroso, o “mundo da comida”.
Aos poucos aprende-se que ser saudável é muito gostoso e, mais do que isso, nos traz saúde, disposição e alegria!

Sem Comentários

Postar um comentário