Top

Como fazer substituições alimentares inteligentes?

Como fazer substituições alimentares inteligentes?

A busca por uma alimentação mais saudável é cada vez mais frequente, mas é comum observar muita dificuldade na hora de realizar uma escolha alimentar.
Em grande parte das vezes esta dificuldade está relacionada às informações veiculadas pela mídia, as quais são muito variáveis e inconsistentes, além da dificuldade de compreensão dos rótulos e informações contidas nos alimentos industrializados.
Primeiramente, é muito importante lembrar que escolhas alimentares mais saudáveis não devem remeter a produtos mais caros e muito menos industrializados. As escolhas mais saudáveis devem garantir maior aporte de nutrientes benéficos à saúde (vitaminas, minerais e fibras) e menor aporte de nutrientes que, quando consumidos em excesso, podem causar algum malefício à saúde (gorduras saturadas, gorduras trans, sódio, açúcar refinado, etc).
Sendo assim, existem algumas substituições inteligentes básicas e fáceis de se fazer no dia a dia, as quais irão proporcionar um grande diferencial para quem quer se alimentar melhor. Confira a seguir algumas sugestões:
– Substitua os derivados do leite integrais pelas versões reduzidas em gordura (semidesnatados, desnatados e/ou light). Estas versões contêm menor quantidade de gorduras saturadas e ajudam a garantir a saúde cardiovascular;
– Prefira sempre as versões com cereais integrais dos alimentos fontes de carboidrato (arroz, bolacha, bolo, farinhas, massas). A versão integral é muito mais nutritiva e fornece, além da energia inerente ao carboidrato, vitaminas, minerais e fibras;
– Experimente um creme vegetal no lugar da margarina ou manteiga. O creme vegetal é fonte apenas de gorduras vegetais, ou seja, as “gorduras boas”, enquanto as outras versões são fontes de gorduras saturadas e/ou trans e que podem levar a problemas cardiovasculares quando consumidas em excesso;
– Ao invés do achocolatado, experimente adicionar cacau em pó ao leite e adoce com açúcar demerara, mascavo ou mel. Esta versão de leite com chocolate, é muito mais nutritiva, fornece antioxidantes e ainda reduz a ingestão de açúcares e substâncias químicas utilizadas pela indústria alimentícia.

Sem Comentários

Postar um comentário