Top

Intolerância à lactose X Alergia à proteína do leite de vaca

Intolerância à lactose X Alergia à proteína do leite de vaca

Hoje em dia é muito comum ouvirmos os termos “alergia” e “intolerância”, porém, muitas vezes o seu uso é inadequado.
A intolerância à lactose e a Alergia à Proteína do Leite de Vaca (APLV) são condições totalmente diferentes. Você sabia?
O tipo e a gravidade das reações no organismo são muito diferentes e é muito importante entender o porquê e como tudo isso acontece para que não ocorra confusão no tratamento, principalmente.
As duas condições são chamadas de reações adversas a alimentos, ou seja, ocorre uma reação anormal e indesejada após a ingestão de algum alimento específico. Dentro deste contexto, temos reações que envolvem o sistema imune e outras que não o envolvem. Esta diferença é a principal e muito importante, sendo que é ela que determina a gravidade, as reações e o tratamento de cada caso.
A APLV, como o próprio nome diz, é uma alergia, ou seja, envolve o sistema imune e as reações envolvidas são muito variadas (cutâneas, gastrointestinais ou sistêmicas – choque anafilático) e podem ser mais graves. Esta alergia geralmente acomete crianças na primeira infância. Neste caso, qualquer alimento que contenha leite deve ser evitado (bolos, bolachas, molhos, pães, doces, etc) e o tratamento deve ser seguido à risca.
A intolerância à lactose, por sua vez, é uma manifestação de menor gravidade causada pela falta de lactase, uma enzima que faz a digestão da lactose (tipo de carboidrato presente no leite) no intestino. Esta situação pode ser desencadeada por diversos fatores e tem duração variável. Acomete principalmente o trato gastrointestinal com sintomas muito específicos, tais como distensão abdominal e diarreia. Para o tratamento, primeiramente é necessário verificar o grau de intolerância à lactose e, assim, a exclusão deste nutriente será feita de acordo com a necessidade. De modo geral, são recomendados leites e produtos derivados do leite nas versões sem lactose.

Sem Comentários

Postar um comentário